CeNTI -

Be@t: o Projeto que quer reconverter a indústria têxtil e do vestuário

Projetos

Da natureza, de forma circular e sustentável, para as pessoas. Com o mote da bioeconomia, o Be@t visa desenvolver soluções para capacitar e catapultar a indústria têxtil e do vestuário para a linha da frente, em temas como a rastreabilidade, a transparência digital, a descarbonização, o ecodesign, a ecoengenharia e o desperdício zero.

O Projeto visa criar novos processos, produtos e materiais têxteis, de origem biológica (usando matérias-primas do setor florestal e agroalimentar), renováveis, funcionais e com melhores credenciais ambientais, alternativos aos de base fóssil.

Além disso, pretende dinamizar a reutilização de fibras (pré e pós-consumo) para reintrodução em filamentos naturais e/ou artificiais, através de processos otimizados de reciclagem. E, ainda, utilizar resíduos de outros setores, como ingredientes e/ou matérias-primas, para o fabrico de novos métodos de funcionalização têxtil.

O Be@t tem, ainda, como intuito incentivar políticas regionais eficazes e campanhas de sensibilização para os consumidores e todos os stakeholders do mercado, partilhando informação relativa a atividades de reparação/reutilização e valorização da marca “From Portugal" a nível internacional.

Assim, os 4 pilares que sustentam o Projeto são: biomaterial, circularidade, sustentabilidade e sociedade. O objetivo final é marcar um novo ritmo de mudança, implementar cadeias de valor circulares, a partir de recursos biológicos, e contribuir para uma cultura amiga do ambiente e de consumo responsável.

O consórcio do Be@t, liderado pelo CITEVE - Centro Tecnológico Têxtil e Vestuário, reúne 54 entidades, das quais 21 são consideradas ENESIIs (Empresas e Entidades Não Empresariais do Sistema de I&I). O CeNTI é uma destas instituições, comprometidas com a promoção do desenvolvimento tecnológico e a investigação no setor Têxtil e Vestuário em Portugal.

Saiba mais sobre o Projeto AQUI.