@trans("lk.skipToMain")
CeNTI-Projeto do CeNTI e INL valoriza empresas do Norte

Projeto do CeNTI e INL valoriza empresas do Norte

São duas das maiores e mais inovadoras instituições de investigação científica na área da nanotecnologia e juntaram-se às empresas da região para afirmar o Norte de Portugal como polo de inovação neste setor. O objetivo passará por identificar e promover os ousados e inovadores projetos empresariais que utilizam a nanotecnologia - bem como as parcerias com entidades de I&D nacionais e internacionais - para gerar negócio, lançar novos produtos e internacionalizar e exportar.

O CeNTI e o INL ajudam na promoção das novas dinâmicas empresariais e industriais da região norte através da transferência de inovações tecnológicas resultantes de investigação científica de excelência, alavancado a endogeneização de novas tecnologias, produtos e processos que permitem às empresas da região diferenciar-se e competir em mercados cada vez mais exigentes e globalizados. De igual forma, o efeito dinamizador destas iniciativas permitem um efeito mobilizador também da economia nacional através do aumento da competitividade do produto Made in Portugal, como também a criação de emprego altamente qualificado e científico no tecido industrial nacional..

O Projeto Nanotech@NortePT junta, assim, um alargado conjunto de entidades, empresas, especialistas, investigadores e instituições científicas com o objetivo comum de sensibilizar e apoiar as empresas para investir na nanotecnologia, acrescentar valor, criar produtos inovadores, antecipando o futuro e respondendo aos novos desafios dos mercados nacionais e internacionais.

A parceria começou por fazer um retrato da situação atual, dando a conhecer casos de empresas da região que já estão familiarizadas com este tipo de tecnologias, e irá mostrar como estas poderão ser incorporadas em diferentes setores industriais. Pretende-se também promover uma forte ligação entre empresas e igualmente entre estas e os especialistas que já reúnem conhecimento e informação sobre como a nanotecnologia está a mudar o trabalho e a vida dos cidadãos.

O que se pretende é que cada vez mais empresas da região olhem para a nanotecnologia como motor de desenvolvimento, de crescimento económico e ponte para a criação de produtos e serviços inovadores, de elevado potencial tecnológico e de futuro. Desta forma, será também possível aumentar o investimento privado em nanotecnologia.

À nanoescala – em média 100.000 vezes mais pequeno do que a espessura de um cabelo (0,1 mm) – os materiais apresentam propriedades muito diferentes e permitem uma melhor interação com outras substâncias químicas, como enzimas, proteínas e outras moléculas. Esta interação melhora consideravelmente algumas propriedades dos materiais, nomeadamente a resistência, reatividade e condutividade o que abre um alargado conjunto de novas possibilidades de utilização em inúmeras áreas, sendo a saúde, tecnologia, indústria, ambiente, energia e transportes, áreas onde a aplicação da nanotecnologia tem vindo a apresentar resultados surpreendentes.

Estudos realizados pela BCC Research concluem que, a nível mundial, a nanotecnologia deverá ultrapassar os 90 mil milhões de dólares em 2021, com um crescimento composto anual de 18,2%. A União Europeia considera a nanotecnologia uma aposta estratégica e definiu que, ao abrigo do programa quadro Horizonte 2020, deverão ser investidos cerca de 6 mil milhões de euros para o desenvolvimento das capacidades industriais nesta área.

Para utilizar os nossos serviços tem que aceitar a nossa política de privacidade.
Política de Privacidade |