@trans("lk.skipToMain")
CeNTI-Nanotecnologia catapulta indústria do Norte de Portugal

Nanotecnologia catapulta indústria do Norte de Portugal

Soluções têxteis capazes de promover efeitos de luz através da integração de LEDs, rodapés que detetam inundações ou fios de pesca industrial com filamentos luminosos. Parecem ideias de um futuro distante, mas, na realidade, são apenas alguns dos inovadores produtos que incorporam nanotecnologia, produzidos por empresas do Norte de Portugal e que os investigadores do CeNTI, Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes, têm ajudado a desenvolver.

E são já inúmeros os exemplos de sucesso da integração de nanotecnologia portuguesa. É o caso dos sistemas protótipo tecnológicos que conferem propriedades inteligentes e interativas aos laminados da Sonae Indústria de Revestimento (SIR), o desenvolvimento de peças interativas para o interior automotivo por parte da Simoldes Plásticos SA, ou o desenvolvimento de novas funcionalidades, testes de conforto e de utilização para a TMG Automotive,

A colaboração do CeNTI com o tecido empresarial levou também à criação de um sistema único, 100% amigo do ambiente, que substitui os sistemas atuais de iluminação na atividade pecuária por filamentos luminosos, utilizados atualmente em fios de pesca, sem a necessidade de uma fonte de energia adicional, propriedade da empresa Cadilhe&Santos. E ainda o exemplo de cortinas com iluminação LED incorporada, patente registada da Têxteis Penedo SA, que se estima gerar mais de um milhão de euros de faturação anual a curto prazo.

Esta utilização de matérias-primas com aditivos e novas aplicações, bem como a reformulação de produtos já existentes, permite não só abrir portas a uma série de novos mercados, mas reaproveitar de forma mais eficiente as tecnologias existentes e desenvolver novas soluções sem obrigar a alterações de larga escala nos tradicionais processos de fabrico.

Seja através da transferência direta de conhecimento dentro do mesmo setor - a Simoldes Plásticos SA procura aplicar as tecnologias interativas noutros componentes automóveis, nomeadamente em painéis interiores e de instrumentos, e existem variadíssimos outros usos dentro do têxtil lar para a tecnologia de iluminação da Têxteis Penedo – ou a comunhão tecnológica com outras indústrias – os filamentos luminosos da Cadilhe&Santos encontram-se em testes no setor agrícola. Os protótipos da Sonae Industria de Revestimentos deram origem, também, a um berço biométrico e a mesas interativas – os objetivos passam por aplicar a prática do conceito de economia circular, alargar a cadeia de valor de produto, criar sinergias entre indústrias e reforçar o seu posicionamento no mercado.

 

Para utilizar os nossos serviços tem que aceitar a nossa política de privacidade.
Política de Privacidade |