@trans("lk.skipToMain")

Sistemas Inteligentes

Sistemas capazes de prever, decidir ou ajudar a tomar decisões com base nos estímulos envolventes


A área Smart Systems está assente sobre três pilares de competência, Hardware, Software e Firmware que sustentam o conhecimento para a investigação e desenvolvimento de microssistemas eletrónicos para diversas aplicações e funcionalidades.

A integração destes dispositivos compreende estruturas flexíveis, como: têxtil, papel, couro, polímeros e madeira, e estruturas rígidas como: betão, aglomerados, polímeros e pedra.

Das diversas aplicações salienta-se a área da saúde e bem-estar, desporto, automóvel e aeronáutica, proteção, construção, agricultura e indústria albergando os produtos e os processos.

Tecnicamente, a área Smart Systems, investiga, projeta e desenvolve soluções de sensorização, aquisição, processamento, atuação, comunicação, armazenamento, aplicações Cloud based e aplicações móveis.

Dotamos os sistemas eletrónicos de perceção sensorial com recurso a sensores de pressão, estiramento, capacitivos, indutivos, MEMs, IR, luminosidade, humidade, temperatura, UV, ruido, touch e touchless, radar, PH e chuva, entre outros. No processamento são utilizados microcontroladores de 8, 16 e 32 bits a nível de hardware embebido e são utilizados microcomputadores para processamento de maiores volumes de dados, transmitidos através de comunicações com fios, CAN, Ethernet, I2C, RS232, RS485, ou sem fios, Wi-Fi, BLE 5.0, ZigBee, RF, NBIOT, LORA, MIWI. Os sistemas de atuação distinguem-se entre sistemas de alerta e de execução como: iluminação, som, motriz, aquecimento, arrefecimento, sendo desenvolvidos diferentes tipos de drivers para cada sistema e potência a atuar.

O desenvolvimento de software abrange competências desde a implementação de aplicações locais para diferentes frameworks com o intuito de visualizar e interagir com sistemas sensorizados, desenvolvimento de aplicações web (front-end e back-end) em conjunto com soluções Cloud para armazenamento e processamento remoto, e aplicações moveis nos quais são desenvolvidos algoritmos que promovem a aprendizagem e inteligência dos sistemas, adaptando-se aos estímulos sensoriais.

Estes sistemas inteligentes, são uma evolução dos sistemas eletrónicos, com o intuito de dotar os sistemas de autonomia na execução das suas tarefas.  A investigação e desenvolvimento destes sistemas combinam tecnologias e componentes como: dispositivos elétricos, mecânicos, óticos, químicos e fluídicos, juntamente com áreas como: bioengenharia, química, física, nanociências e materiais, na busca desse objetivo.

Combinam:


Tecnologias: Dispositivos elétricos, Mecânicos, Óticos, Químicos e Fluídicos;

Áreas: Bioengenharia, Química, Física, Nanociências, Materiais, Robótica, IOT; Indústria 4.0; Automação; Ciências cognitivas;

Para utilizar os nossos serviços tem que aceitar a nossa política de privacidade.
Política de Privacidade |